8/11/2017

DIA DO ADVOGADO


Muitos advogados famosos já rasgaram a própria biografia ao sucumbir a honorários milionários, esquecendo o dever da luta pela justiça e cidadania. Heráclito Fontoura Sobral Pinto, jurista e advogado de presos políticos, apelidado de “Senhor Justiça”, é o exemplo eternizado a nos iluminar. 
Teve coragem de enfrentar as ditaduras, do Estado Novo de Getúlio Vargas (1937-1945) e do regime militar (1964-1985). Mesmo sendo católico fervoroso, foi defensor dos comunistas Luiz Carlos Prestes e Harry Berger perante o Tribunal de Segurança Nacional, em 1937, assim como de mais de trezentos, dos quais nunca recebeu um tostão, como Miguel Arraes, Mauro Borges, Francisco Julião, João Pinheiro Neto, e Anita Leocádia Prestes. 
Por suas posições anticomunistas, chegou a apoiar o golpe de 1964, mas logo mudou de ideia. Tanto que, no dia seguinte ao anúncio do AI-5, então com 75 anos, foi preso. Na década de 1980, participou das Diretas Já. Em 1983, integrou o histórico Comício da Candelária. Faleceu no Rio de Janeiro, aos 98 anos, em 1991. 
Ave, Sobral Pinto! 

Parabéns aos que honram o seu legado.

Nenhum comentário: