1/19/2018

FENAJ





 A violência contra jornalistas diminuiu em 2017, em comparação com 2016. Foram registrados 99 casos de agressões contra a categoria, 38,51% a menos do que em 2016, quando houve 161 agressões. A FENAJ apresenta seu relatório anual amanhã, dia 18, na sede do Sindicato dos Jornalistas do Município do Rio de Janeiro


Campanha Salarial de RTV: SJSP
apresenta contraproposta dos jornalistas
 
    
Após realizar diversas assembleias em todo o Estado, com a participação de cerca de 150 jornalistas que fecharam a contraproposta, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo (SJSP) se reuniu com as empresas na última terça-feira (16) para avançar no fechamento da negociação da Campanha Salarial Rádio e TV 2017-2018.
De forma majoritária e consensual, os jornalistas aprovaram o reajuste salarial de 3% com correção das alíquotas da PLR em 5%, garantia de direitos já presentes na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e a inclusão de pontos que preservam as relações de trabalho diante da reforma trabalhista.
Entre os pontos prioritários, a categoria reivindica a manutenção do quinquênio, que corresponde ao acréscimo de 3% do salário a cada cinco anos no mesmo emprego; a estabilidade pré-aposentadoria; o direito do trabalhador regular suas férias sem fracionamento; e a estabilidade de um mês para mulher que retorna da licença-maternidade. Além disso, jornalistas são contra a instituição da terceirização indiscriminada, do trabalho intermitente e querem manter a assistência do Sindicato em caso de demissão, entre outras reivindicações.
O SJSP vai enviar a nova contraproposta oficialmente até amanhã (17) e aguarda posicionamento das empresas para continuar a negociação e estender a validade da CCT vigente, que vence na próxima sexta-feira (19).
O Sindicato propôs que a CCT seja estendida até 28 de fevereiro e concordou com a manutenção do calendário de reunião semanal de negociação, dispondo-se a negociar duas ou três vezes por semana caso seja necessário.
O Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão no Estado de São Paulo (Sertesp) deve se posicionar até quinta-feira (18) sobre a validade do acordo e o prosseguimento da negociação.

*Com informações do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo

Foto: Cadu Bazilevski

 Sindicato do Município do Rio entrega pauta de
reivindicações e patrões de de Rádio e TV
 promete o inicio das negociações este mês
 
Após a entrega da pauta de reivindicações, pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro, em dezembro passado, o presidente do Sindicato das Empresas Proprietárias de Jornais e Revistas do Município do Rio de Janeiro (SERTERJ), Fernando Gimenez, assinou o Termo de Garantia da Data-Base dos trabalhadores desse segmento, estabelecida em 1° de fevereiro de 2018. A primeira rodada de negociação está marcada para esta quinta-feira, 18 de janeiro. Na agenda, mais duas reuniões estão marcadas para os dias 25 de janeiro e 1° de fevereiro 2018.
A data-base é o período que marca o momento em que os trabalhadores buscam o reajuste salarial anual, aumentos reais da remuneração, a manutenção de benefícios (por exemplo, o vale-refeição) e a obtenção de outros tantos, como plano de saúde etc.
Na Pauta de Reivindicações, aprovada na assembleia dos trabalhadores, no final do ano passado, o reajuste dos salários dos empregados em empresas de rádio/TV e jornais/revistas deverá ser de 100% da inflação medida pelo INPC acumulada no período de fevereiro de 2017 a janeiro de 2018. Os salários deverão, também, ser reajustados em 6,5% a título de aumento real. Os trabalhadores reivindicam, ainda, que o valor mínimo para a jornada de 5 horas diárias seja estabelecido no valor de R$ 3.600,00, a partir de 1° de fevereiro, data-base dos jornalistas do município do Rio de Janeiro.

*Com informações do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro

Sindjorn faz campanha em apoio aos servidores públicos do governo e prefeituras municipais com salários atrasados
 
O Sindicato dos Jornalistas do Rio Grande do Norte vem se manifestando a favor dos servidores públicos do Governo do Estado e das prefeituras municipais que passam dificuldades porque os salários estão atrasados. Esta semana, a diretoria do SINDJORN recebeu as entidades representativas de categorias de segurança pública do Estado. Os diretores declararam apoio à causa dos Policiais Militares, Bombeiros e Policia Civil do RN, como também aos demais funcionários públicos que passam pela mesma situação de atraso nos vencimentos.
 
Em nota, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Norte se solidarizam com os servidores do Governo do Estado e Prefeituras Municipais que passam por diversas dificuldades, inclusive alimentar, devido ao atraso no recebimento dos vencimentos a que tem direito. “A falta de infraestrutura nos diversos órgãos do Governo do Estado como Saúde, Educação e principalmente na Segurança Pública, nos faz refletir e chama a sociedade a participar desse processo de transformação na melhoria de todas as instâncias oferecidas à comunidade Potiguar”, diz o documento.
O SINDJORN reafirma a luta por uma sociedade justa, plural e democrática, que só com a dignidade ao trabalhador sendo respeitada em todas suas instâncias, seja salarial, material de trabalho e condições de exercer a sua função, poderá ser alcançada.
* Com informações do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Norte
♦♦♦
 
Sindicato do Ceará retoma visitas aos locais de trabalho, com foco nas TVs e assessorias
O Ano Novo começou com muito trabalho para a diretoria do Sindicato dos Jornalistas do Ceará (Sindjorce). Após fechar duas convenções coletivas de mídia impressa, no fim de 2017, e uma convenção de mídia eletrônica (ainda em outubro), os diretores reiniciaram, este mês, as visitas aos locais de trabalho, com destaque para as assessorias de imprensa e emissoras de televisão.
Além de levar a Cartilha do Jornalista, o Manual de Cobertura de Conflitos, o folder da campanha de sindicalização e panfletos de alguns dos atuais convênios disponíveis aos associados, os dirigentes sindicais estão entregando aos colegas um moleskine de bolso. O “mimo” tem agradado os jornalistas e estagiários das redações. Já foram distribuídos no Grupo O Povo (incluindo a Rádio O Povo CBN), TV Ceará e TV Cidade.
Entre as assessorias, as visitas começaram pelo Paço Municipal e Secretaria de Cultura de Fortaleza (SecultFor). “Nosso objetivo é dialogar com os colegas, ouvir sugestões e esclarecer sobre os direitos dos jornalistas”, afirma a presidente do Sindjorce, Samira de Castro.
Em breve, o Sindjorce retoma seu calendário de cursos e formações complementares, além de rodas de conversa e outros momentos de integração com a categoria. “2018 marca os 65 anos do Sindicato e estamos preparando uma programação com atividades diversificadas”, acrescenta o secretário-geral, Rafael Mesquita.
*Com informações do Sindicato dos Jornalistas do Ceará
 Trabalhadores transformarão Porto Alegre
na capital da democracia dia 24 de janeiro
 Em reunião da Executiva da CUT-RS, realizada na quarta-feira (10), na sede da entidade, ficou evidenciada a disposição dos movimentos sindical e social de transformar Porto Alegre na capital da defesa da democracia e dos direitos entre os dias 22 e 24 de janeiro. Segundo relatos das representações de diversas categorias presentes ao encontro, estão sendo organizados comitês, grupos de trabalho, blocos de resistência e outras iniciativas, em diferentes regiões do RS, com o objetivo de promoverem ações em defesa da democracia e do direito do ex-presidente Lula concorrer à presidência da República na eleição de 2018. Muitos grupos devem estar em Porto Alegre para participar da vigília, que inicia no dia 23 e se estenderá até o final do julgamento, marcado para o dia 24, a partir das 8h30.
O julgamento acontecerá no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em frente ao Parque da Harmonia. Nesta data acontece o julgamento do recurso do ex-presidente Lula no processo referente ao caso do tríplex do Guarujá (SP), a partir de decisão do juiz Sérgio Moro, de primeira instância que o condenou sem provas porque não tem o crime.
O presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo, destacou a importância da participação e a responsabilidade de cada um no que definiu como um momento histórico. “Os olhos do mundo estarão em Porto Alegre e será um momento importante para desmascarar setores do judiciário e da mídia que atuam como verdadeiros militantes políticos a serviço dos tucanos e do capital, com o claro objetivo de dar continuidade ao golpe implantado no Brasil para atacar e retirar direitos trabalhistas, fazer a reforma da previdência e retroceder nos programas sociais que estavam fazendo a diferença para milhões de brasileiros”, pontuou ele. Segundo Claudir, a organização tem sido no sentido de realizar mobilizações pacíficas, dentro do direito legítimo de se manifestar livremente, previsto na Constituição.
Panfletagem em todo o Estado
A extensa agenda de atividades inclui importantes ações preparatórias para os dias 22, 23 e 24 de janeiro. Desde a segunda-feira (8), por exemplo, iniciou um calendário de panfleteações de material da CUT-RS em diversas cidades do Estado, esclarecendo sobre o processo contra Lula e a sua relação com as reformas do Temer, entre elas a da previdência, prevista para ser votada dia 19 de fevereiro. O material está sendo distribuído nas portas das fábricas e outros locais públicos, como estações de trens, pontos de ônibus e espaços de grande circulação de pessoas.
Movimentos sociais e organizações comunitárias também estão se organizando, a partir de plenárias em bairros, para realizarem atividades nestes dias, especialmente no dia 24, marcando a data como um dia de defesa da democracia e do direito do povo escolher seus representantes, a partir da lógica de que eleição sem Lula é fraude, já que não há provas para a condenação do ex-presidente. Para o presidente da CUT-RS, a iniciativa demonstra o envolvimento da população no processo e evidencia que o povo está acordando para o golpe e para as manobras que têm sido articuladas para condenar o ex-presidente Lula.
‘Vakinha’ solidária
Outro ponto tratado na reunião foi a necessidade de solidariedade entre os trabalhadores, para possibilitar a participação de todos os setores nas atividades. Além de iniciativas como organização de comitês e de caravanas, foi reiterada a importância da participação na vakinha virtual, da Frente Brasil Popular, com objetivo de arrecadar recursos para dar estrutura às manifestações. As doações podem ser feitas no link https://www.vakinha.com.br/vaquinha/em-defesa-da-democracia-e-de-lula-ser-candidato-fbp-rs
*Com informações da CUT-RS do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul

1/17/2018

MELHORIAS



O Sindicato dos Jornalistas no Pará (SINJOR-PA) já está de portas abertas para receber você.
Venha visitar nossa nova sede, no Edifício Vitta Office – Sala 1905. Av. Rômulo Maiorana, 700, entre Humaitá e Chaco.

Um cafezinho o espera.
 * * * * *

 

SulAmérica Seguros


Em tempo: a direção do Sindicato dos Jornalistas do Estado do Pará (SINJOR/PA) assinou acordo com a empresa SulAmérica Seguros, que vai oferecer aos associados plano de saúde com vantagens exclusivas, negociadas entre o sindicato e a empresa.

 O plano vai proporcionar aos associados a uma rede de cobertura nacional, que conta com mais de 22.000 referenciados, entres eles, mais de 16.000 clínicas e consultórios e 2.700 centros diagnósticos, além de 1.400 hospitais.

Dessa relação fazem parte, na rede referenciada em Belém; os hospitais Adventista de Belém, Saúde da Mulher, Beneficente Portuguesa, Laboratórios Amaral Costa, Paulo Azevedo, entre outros. Em São Paulo; alguns dos principais hospitais do Estado fazem parte da rede, entre eles o Sírio Libanês, Albert Einstein, Instituto do Coração, São Luiz Morumbi, Unidade Avançada Einstein Perdizes e Samaritano.

1/15/2018

ANIVERSÁRIO






 
 
Parabéns, CAÍTO
 

  
É-me sumamente grato e prazeroso registrar o aniversário de um grande amigo
CAIO JÚLIO LANHOSO MARTINS,
ou simplesmente Caíto - um paulista que se encantou por uma paraense, a Angela, e ficou por aqui mesmo justificando o adágio quem vai ao Pará, parou; tomou açaí: ficou, namorou, casou.
Caíto foi um dos melhores diretores que eu tive nos meus 33  anos de Comus/PMB;
Pena que demorou pouco tempo.
Ao amigo envio um grande abraço, acompanhado dos votos  de parabéns, felicidades e longa vida.
 

 

1/04/2018

CRÔNICA DE SAMPA


ANO NOVO



C
ada ano que passa fica mais difícil reunir todos os filhos, noras e netos na passagem do ano, -normalmente eles viajam; outros moram fora de Sampa -  no Natal ainda deu pra passar com dois filhos, já que o terceiro não estava no Brasil.
O nosso filho caçula mora em Presidente Prudente. Apesar de se localizar no estado de São Paulo, está a quase 600 km da capital; e como no ano que passou, não tínhamos ido nem uma vez visitá-lo, resolvemos passar a passagem do ano por lá.
Ele passou o Natal conosco. E já no dia 25 mesmo viajamos com ele, já que o mesmo tinha que trabalhar no dia seguinte. E passamos  semana toda juntos. Aí deu pra curtir legal; almoçamos e jantamos todos os dias, retornando só no segundo dia do ano.
Reunimos em um só lugar, - na República do  Barraco -, com os pais de outros amigos que ainda estudam na UNESP. E a integração entre pais e filhos foi muito gratificante. Cada um fez um tipo de comida que era a sua especialidade; cada dia tínhamos pratos e sobremesas deliciosas. Foram o carneiro e o pato do Neca, o Sashimi do Toru, a Tilápia e o feijão tropeiro da Adriana, a maionese da Luciane, a torta da Fabiana e o delicioso pudim de leite da Dona Fátima,- tudo isso regado a muitas brejas, principalmente a Original, porque ninguém é de ferro.
Foram momentos inesquecíveis de alegria e solidariedade entre amigos; sendo que no dia primeiro recebemos a visita do tio do Guilherme, - um dos moradores do barraco, que é um grande músico, cantor, compositor, e excelente violonista; Teco Seade que deu um show, que ficamos todos de boca aberta!..
Podem procurará-lo no youtube que com certeza irão gostar do seu trabalho. Ainda atua em projetos sociais de arte.
É um brasileiro que podemos nos orgulhar.
Ainda me deu a oportunidade de eu abrir o seu show, onde toquei Jovem Guarda (Hahahaha), e o Guilherme e a namorada cantaram músicas sertanejas.
Fantástico!!!
Ainda durante a semana tivemos a oportunidade de fazermos um bate- volta até a bela cidade de Araçatuba; almoçamos com o filhão e fizemos um tour rápido pela cidade. Só sentimos ao fato de não termos tempo de comer uma bela pizza e tomar um delicioso chopp,-  o Brahma Black na Dona Oliva, uma pizzaria de respeito, que não deixa a desejar a nenhuma aqui de Sampa, onde é feita uma das melhores do mundo.
Volto ao trabalho agora na segunda, mas revigorado, otimista, este ano com certeza vai ser bom pra todos, independente dos nossos governantes, pois vamos dar o troco nas eleições, vamos ser campeões mundial de futebol e teremos grandes alegrias. 

Somos brasileiros. Não desistimos

Feliz Ano Nóvo procês aí de Belém do Pará.

Em especial, pros remistas!!!



República do  Barraco -, com os pais de outros amigos


República do  Barraco -, todo mundo participou



                                  República do  Barraco - desenferrujei o gogo!





                            República do  Barraco - Afinal estamos em 2018. 

♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦


Ricardo Uchôa Rodrigues 

TE AMO




Luís Eduardo Moreira Feio





12/22/2017

CRÔNICA DE SAMPA



NATAL ANTIGO
  

N
ovamente voltamos ao programa "Hora da Cidadania" do Ed Valadão, desta vez para relembrar os natais que marcaram, principalmente a nossa infância. 
Eu juntamente com o meu amigo de infância Giba, nos unimos a um especialista em vinho, outro da terapia do sono e um divulgador de samba do bairro do Cambuci, -amigo antigo do Valadão - lembramos de como eram os natais de antigamente, fizemos uma analogia com os atuais.
Enquanto a gente lembrava dos natais que tinham nos marcados, o sonoplasta tocava musicas natalinas que ficaram nas nossas memórias, inclusive de propagandas que marcaram essa época; destaque para a da VARIG, que quase fui a lágrimas, pois além de ser muito bonita, me fez lembrar o fato do meu pai, meus irmãos, parentes, inclusive eu ter trabalhado nesta conceituada empresa aérea.
Lembrei com saudade principalmente dos natais da década de 50, onde meu pai ainda estava conosco, já que em 61 ele constituiu uma outra família. Nesta década o Papai Noel foi generoso comigo, ganhei carro que eu dirigia pedalando, patinete e até bicicleta.
Esqueci de citar no programa um fato marcante, eu tinha quatro/4 ou cinco/5 anos, ganhei um patinete no Natal e um ou dois dias depois fui comprar balas no empório do Sr. Juca, - que era próximo de casa -, estacionei o meu patinete na porta e quando voltei não mais o encontrei, algum menino o furtou, imagine a minha frustração!... 
Cada participante contava um fato natalício marcante, e chegamos a conclusão que hoje, infelizmente não tem a mesma pureza... ele é mais voltado para o comércio, esquecemos que estamos comemorando o nascimento de Cristo, e não há tanta confraternização entre as famílias e os amigos.
Aproveito a oportunidade para desejar a todos os leitores deste Blog  - especialmente aos irmãos remistas de Belém do Pará - um excelente Natal e um Ano Novo cheio de realizações, e que em 2018 possamos eleger políticos competentes e, acima de tudo, honestos que possam contribuir para o engrandecimento do nosso querido e amado Brasil...
... e que também sejamos campeões mundiais no futebol. Que é paixão nacional!
Abraços a todos!
Segue o jogo!

NATAL ANTIGO                   


Minha (nossa) thurma

♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦

Ricardo Uchôa Rodrigues 

12/17/2017

HABITAÇÃO




COHAB vai entregar mais 28 unidades habitacionais do "Projeto Taboquinha"



Na próxima semana mais 28 famílias serão beneficiadas com unidades habitacionais do Projeto Taboquinha, em Icoaraci. O governo do Estado, por meio da Companhia de Habitação do Pará (COHAB), fará a entrega dos novos imóveis, incluindo toda a infraestrutura que o projeto exige. No último dia 14, no auditório do órgão, os futuros moradores puderam conhecer o endereço completo de seus imóveis e acompanharam o sorteio de localização dessas unidades.
Segundo a presidente da COHAB, Lene Farinha, "são  apartamentos edificados em sobrados, sendo alguns deles na área chamada Bananal, além de uma casa”, explicou. A maior parte das famílias beneficiadas é oriunda da Comunidade Cubatão, área ocupada há mais de vinte anos, em Icoaraci.
O Projeto Taboquinha, que já está com 80% das obras concluídas, compreende uma área de mais de 190 mil metros quadrados no distrito de Icoaraci e beneficia, ao todo, 1.862 famílias. Desse total, 698 viviam em áreas alagadas, várzeas e no leito do Igarapé Cubatão, residindo em moradias precárias e desprovidas de qualquer sistema de saneamento básico. O Residencial Taboquinha já tem 12,21 quilômetros de ruas pavimentadas, 9,45 km de rede de esgoto, 2,74 km de rede de água e 6,55 km de drenagem.
A urbanização dessa área teve início em 2009, com investimento em obras de infraestrutura, serviços e habitação custeados com recursos do governo do Estado e do governo federal que contemplam a construção de unidades e melhorias habitacionais, urbanização, pavimentação de vias, implantação de rede de esgoto, drenagem pluvial e de abastecimento de água, estação de tratamento de água, centro comunitário e áreas de lazer, além de regularização fundiária dos lotes.
Todo o processo de seleção das famílias beneficiadas é validado pelo Ministério Público e pela Comissão de Acompanhamento de Obra (CAO), eleita pela própria comunidade para interlocução junto à Cohab. “Até o momento já foram entregues 663 unidades habitacionais, sendo 112 só em 2017. Até o final de março de 2018 já teremos um acumulado de 778 unidades entregues e a conclusão da parte habitacional do projeto, que vai continuar até o final do ano que vem com a finalização dos trabalhos de recuperação dos três lagos e de toda a infraestrutura”, finalizou a presidente da COHAB.
Abaixo a lista com nomes dos novos beneficiados com unidades habitacionais e respectivos endereços:

ORDEM
NOME
ENDEREÇO NOVO
1
Ana Lindalva Monteiro da Silva
QD. 28 , BL 79 , APT. 101
2
Aurea do Carmo Rodrigues
QD. 28, BL.77 - AP.201
3
Catarina Ribeiro Moraes
QD. 22, BL.102 AP.102
4
David Freitas Madureira
QD. 28 , BL 80 , APT. 102
5
Delmarina Barbosa Pantoja
QD. 22, BL.102, AP.101
6
Dulcicleia Lobato Ribeiro
QD. 28, BL. 79, AP. 102
7
Ferdinanda Brito de Sousa
QD. 28 BL. 78 AP  101
8
Ionete Araujo de Miranda
QD 22 BL. 101 AP 101
9
Joana Maria Santos Avelar
QD 28 BL 78 AP 201
10
Josemary Pinto Moreira
QD 22 BL. 102 AP 102
11
Jussara Baltazar Sardinha
QD 22 BL 102 AP 201
12
Nubia Monteiro Mendes
QD 22 BL 101 AP 202
13
Osmarina Mendes dos Reis
QD.28, BL.77 , AP.101
14
Raimunda Benedita dos Santos
QD 22 BL 100 AP 202
15
Raimunda Maria Santos Moreira
QD 28 BL 79 AP 202
16
Raimunda Maria Mota
QD 28 BL 78 AP 102
17
Risoleide Moraes Carneiro
QD 22 BL 102 AP 202
18
Roneide Pinto Moreira
QD 22 BL 100 AP 201
19
Thaís Drielle Pantoja Soares
QD 28 BL 80 AP 201
20
Elizabeth Napoleão Silva
QD 28 BL 80 AP 101
21
Telma Sueli Santos de Souza
QD. 28, BL.77 , AP.102
22
Miray Freitas de Leão
QD 28 BL 80 AP 202
23
Loraine Ferreira Cavalcante
QD 28 BL 79 AP 201
24
Jerônima da Silva
QD. 22, BL.100, AP. 102
25
Ilda Lima de Araújo
QD 28 BL 78 AP 202
26
Iracema Maria Brito de Araújo
QD 22 BL 101 AP 201
27
RESERVA TÉCNICA
QD.28, BL. 77 , AP. 202
28
Benedito Rodrigues de Moraes
QD. 22, BL.100,AP. 101
29
Nildo Brito

QD. 21, BL. 99 ,AP. 102



________________















_____________
Rosa Borges